SHOW EM HOMENAGEM AOS 100 ANOS DE ELLA FITZGERALD REUNIRÁ, EM 20 DE OUTUBRO, GRANDES INTÉRPRETES NO GRANDE TEATRO DO SESC PALLADIUM
Publicado por

SHOW EM HOMENAGEM AOS 100 ANOS DE ELLA FITZGERALD REUNIRÁ, EM 20 DE OUTUBRO, GRANDES INTÉRPRETES NO GRANDE TEATRO DO SESC PALLADIUM

Leila Pinheiro, Daniel Boaventura e Éllen Oléria estão entre os artistas que prestarão tributo à cantora de jazz mais popular dos Estados Unidos.

No próximo dia 20 de outubro, a partir das 21 horas, acontece, no Grande Teatro do Sesc Palladium, o show em homenagem aos 100 anos de Ella Fitzgerald.

No palco, intérpretes do quilate de Leila Pinheiro, Daniel Boaventura e Ellen Oléria prestarão tributo à Primeira Dama da Canção, que é como a cantora, atriz e compositora de jazz estadunidense é conhecida até hoje.

Uma big band, composta por 17 músicos, e a Orquestra de Câmara SESC se juntarão aos artistas citados acima para fazer um passeio pela obra de Ella, contemplando diversos clássicos da carreira musical da cantora de jazz mais popular dos Estados Unidos, que veio ao mundo há exatamente um século, mais precisamente em 25 de abril de 1917.

O repertório do show inclui canções como “Summertime”, A-Tisket A-Tasket”, “Cheek to Cheek”, “I Love You” (do musical Porgy and Bess), “All of Me”, “Fly Me To The Moon” e “The Lady is a Tramp”, além de outros sucessos.

Os ingressos custam R$40 (meia-entrada) e R$80 (inteira), e podem ser adquiridos pela internet (ingressorapido.com.br) ou nas bilheterias do próprio Sesc Palladium, localizado à Rua Rio de Janeiro 1046, no centro de Belo Horizonte.

 

Leila Pinheiro

 

Leila Pinheiro nasceu em Belém, no estado do Pará, norte do Brasil. Iniciou seus estudos de piano aos 10 anos e sua estreia oficial como cantora aconteceu em outubro de 1980, com o show “Sinal de Partida”, no Theatro da Paz, em sua cidade natal.

Desde então, lançou 20 discos, muitos deles com participações estelares de artistas como Tom Jobim, João Donato, Francis Hime, Toninho Horta e Ivan Lins.

A cantora, compositora e pianista já mostrou seu talento a boa parte do mundo, em turnês que visitaram Estados Unidos, Japão e vários países da Europa, entre eles Bélgica, Holanda, França e Espanha.

Incansável, Leila Pinheiro está tendo um ano agitado. Somente em 2017, ela já participou do DVD do cantor e compositor Moacyr Luz, ao lado de Zeca Pagodinho, Teresa Cristina, Ricardo Silveira e Rildo Horta. Some-se a isso o show Bossa In Concert, em que cantou ao lado de Roberto Menescal, Roberta Sá, Jacques Morelembaum, Marcos Valle e MPB 4, em Belo Horizonte e Brasília. Em julho, Leila participou do DVD Roberto Menescal – 80 anos.

Daniel Boaventura

Cantor e ator aclamado, Daniel Boaventura alavancou a carreira em 1993, no musical “Os Cafajestes”. Sucesso nacional, a peça ficou mais de três anos em cartaz, arrebatando o Prêmio Sharp de ‘Melhor Musical’. Por conta deste trabalho, recebeu o convite para seu primeiro longa-metragem, “Histórias da Bahia”, e para sua estreia na TV, com o personagem Zico, na minissérie “Hilda Furacão”. Depois disso, os trabalhos não pararam: protagonizou “O Santo de Casa”, com direção de Walter Lima Jr, participou da novela “Laços de Família” e estreou o musical “Company”.

No teatro se destacou com o musical “A Família Addams” e conquistou três Prêmio Qualidade Brasil, por atuações nas peças “Vitor ou Vitória”, “Chicago” e “My Fair Lady”. Foi também nos palcos que Daniel Boaventura interpretou seu personagem mais emblemático, o Gaston de “A Bela e a Fera”. Após dezoito meses em cartaz, foi considerado pelos produtores originais da peça o melhor intérprete do personagem no espetáculo, apresentado em mais de 15 países.

Seu primeiro protagonista em novelas veio em 2001, em “Amor e Ódio”. Em 2003, gravou “Kubanacan”, e três anos depois ficou conhecido como o Prof. Adriano Lopes da novela “Malhação”, onde permaneceu por três temporadas. Ainda na TV, participou de novelas como “Essas Mulheres”, “Cama de Gato”, “Guerra dos Sexos”, e da série global “Tapas e Beijos”.

Em maio de 2009 que Daniel se lançou como cantor, com seu primeiro álbum de estúdio, intitulado “Songs 4U”. No ano seguinte, depois de viver um policial cantor na novela “Passione”, Daniel lançou o seu segundo CD, “Italiano”, com canções da novela. O primeiro DVD da carreira, que levava seu nome veio em 2012, lhe rendeu disco de ouro e impulsionou uma turnê com mais de 150 shows pelo Brasil. Em 2014, veio o CD “One More Kiss”, alinhado a uma turnê de lançamento, e foi mais um sucesso de vendas do cantor. No mesmo ano, lançou o trabalho “Daniel Boaventura – En Vivo” no México, a versão latina do trabalho homônimo de 2012, atingindo o segundo lugar e permanecendo no TOP 10 da categoria World Music por três meses na Mix Up – maior loja de departamento mexicana. Atualmente Daniel vive o melhor momento da carreira musical, prestes a lançar seu segundo DVD, “Your Song”, com participações de Kiara Sasso, Carlos Rivera e Filippa Giordano. Ele também está no ar como “P.C.”, no badalado seriado “ Tapas e Beijos”.

 

Ellen Oléria

 

Nascida e criada em Brasília, a cantora e compositora Ellen Oléria tem mais de 15 anos de estrada e acumula cinco discos lançados, turnês realizadas pelo Brasil e exterior e prêmios em festivais.

Conhecida pelo público por seu timbre cintilante e perfeita afinação, a soprano dramática Ellen Oléria condensa em sua performance o que o povo brasileiro como seu: entusiasmo e um sorriso que nunca sai do rosto iluminando cada canção que canta.

Big Band

A big band é formada pelos seguintes músicos com seus respectivos instrumentos:

Sax Barítono – Thiago Ramos (sax barítono)
1 Alto – Bernardo Fabris
2 Alto – Gil Costa
1 Tenor – Cléber Alves
2 Tenor – Harrisson  Santos

1 Trombone – Fabrício Hernane
2 Trombone – João Machala
3 Trombone – Miguel Praça
Bass Trombone – André Pastore

1 Trompete – William Alves
2 Trompete – Moisés Nazaré
3 Trompete – Marco Lima
4 Trompete – Adriano Pimentel

Orquestra de Câmara SESC

 

Violinos 1 e 2: Maria Eduarda, Vitor “Paçoca”, Kennedy, David, Vitória, Laura, Alef Medeiros Rodrigues, Ana Luiza Lacerda Andrade, Bianca Rafaelly Ramos Silva, Giulia Diniz Moreira, Nayara Fernandes da Silva, Sarah Sthéfanny Ramos Silva, Thaís Kelly Antunes Lima, Alexia Medeiros Rodrigues, Nayara Kathleen Soares, Anna Beatriz Paz Santos, Giovanna Lopes Rocha, Giulie Nogueira Machado.

Violas: Felipe de Souza Rosado, Débora de Castro Sampaio, Jenifer Rocha Ferreira, Jeniffer Soares dos Reis, Quézia Ferreira Abel, Victor Vinícius Soares.

Celos: Bruna de Oliveira Guimarães, Anne Izabele Rodrigues, Beatriz de Castro Cota, Lara de Castro Cota, Laura Carolina Santana Luiz, Lucas Richard Almeida Souza.

Rodrigo Rios (diretor artístico e musical do projeto)

Nascido em Belo Horizonte, no dia 11 de fevereiro de 1979, teve seu primeiro encontro com a música aos quatro anos de idade, quando ganhou o primeiro violão.

Seu encontro com a bateria aconteceu aos 13 anos de idade. No Brasil, Rodrigo Rios estudou com grandes nomes do instrumento, a exemplo de Carlos Bala e Márcio Bahia.

Iniciou seus estudos nos Estados Unidos na prestigiada Berklee College of Music, em Boston, onde teve lições com grandes nomes da bateria, como John “JR” Robinson, Joe Porcaro e Gregg Field, entre outros.

A carreira de produtor musical aconteceu de forma natural. Entre os projetos produzidos no Brasil está “50 anos de Bossa Nova”, em homenagem ao músico e compositor mineiro Túlio Mourão.

Rodrigo reside em Los Angeles e já produziu e atuou como músico de artistas do peso de Dionne Warwick, Patti Austin, Tata Veja e Leila Pinheiro.

É membro votante da Academia do Grammy e já produziu músicas que chegaram ao top 10 da Billboard nos Estados Unidos.

 

Ficha Técnica

 

Produção / Direção Musical / Bateria – Rodrigo Rios

Participações – Leila Pinheiro / Daniel Boaventura / Ellen Oléria

Piano – Gustavo Figueiredo

Guitarra – Rogério Delayon

Baixo Acústico – Bruno Vellozo

 

Técnico de Áudio ( Monitor ) – Márcio Werderits

Técnico de Áudio ( PA ) – André Cabelo

Técnico de Iluminação – Ivan Ferreira

Produção Executiva – Plural Cultura e Entretenimento

 

Produção de Logística: Isaura Paulino

 

Assistente de Produção: Mariana Cezário

Corealização: SESC

Patrocínio: NET e CLARO

Incentivo: Lei Estadual de Incentivo  à Cultura “FULL JAZZ”

 

SHOW EM HOMENAGEM AOS 100 ANOS DE ELLA FITZGERALD

Local: Grande Teatro do Sesc Palladium (Rua Rio de Janeiro, 1046 – Centro).

Data: 20 de outubro (sexta-feira).

Horário: 21 horas.

Ingressos: R$40 (meia-entrada) – R$80 (inteira).

 

 

Agradecemos a atenção. Para informações adicionais e agendamento de entrevistas, favor entrar em contato com Noir Comunicação Total: (31) 3297-1014

Ângela Azevedo: (31) 9 9114-7229 pelo e-mail: angela@noir.com.br

www.noir.com.br

 

 

 

 

 

 

0 0 900 03 outubro, 2017 Agenda Cultural, Fique Por Dentro outubro 3, 2017

Sobre o autor

CEO e Co-fundador da 2/1 Revista Eletrônica, Relações Corporativas, Ombudsman, atuou no Jornal O GLOBO (GRUPO GLOBO), Diário da Tarde (Diários Associados), Pohlig Heckel do Brasil (Grupo Belgo Mineira) e Diretor de Relações Públicas do Rotary Club

Ver todos os artigos por Jean Hausemer

Postagens relacionadas

Artigos recentes

  • Dúvidas sobre condomínio de lotes e direito de laje serão debatidas em oficina no próximo dia 31 de janeiro em São Paulo
    Dúvidas sobre condomínio de lotes e direito de laje serão debatidas em oficina no próximo dia 31 de janeiro em São Paulo
  • Entra em vigor lei que obriga manutenção de sistemas de ar condicionado
  • CPRT/CBIC dá início à agenda de trabalho de 2018 no próximo dia 30 de janeiro
  • Conselho Nacional do Trabalho dá início aos trabalhos de 2018
  • Em Movimento: como a construção civil movimenta a economia e gera empregos
  • Cientistas descobrem o que dizimou astecas
  • OMS põe todo estado de SP em área de risco para febre amarela