Sempre Um Papo recebe Fernando Molica
Publicado por

Sempre Um Papo recebe Fernando Molica

O Sempre Um Papo recebe o jornalista e escritor Fernando Molica para o debate o lançamento do livro “Uma Selfie com Lenin” (Record). O romance pode ser lido como um carta de despedida, de amor ou de desculpas. Mas é preciso ir até o final para que se descubra por que o protagonista escreve para a ex-namorada. Molica conta a trajetória conflitante de um jornalista que vê seus ideais de juventude serem corroídos pelo galopante avanço de uma estrutura política baseada na corrupção. Diante da ruína de suas convicções, o personagem narra com humor, e certa dose de melancolia, a história de sua vida profissional e dos rumos que trilhou. O livro faz, assim, um balanço das experiências compartilhadas pelo casal, que se misturam à história política recente do nosso país, marcada por escândalos de corrupção e pelas grandes manifestações que, nos meses anteriores à Copa do Mundo de 2014, levaram milhões de pessoas às ruas. O evento será no dia 19 de setembro, terça-feira, às 19h30, no auditório da Cemig, com entrada gratuita.

“Uma Selfie com Lenin”

Sozinho em pleno voo, enquanto viaja entre dois continentes, um jornalista carioca se ocupa de escrever uma carta. A destinatária é Eloísa, ex-namorada e ex-chefe, poderosa assessora política. Enquanto desbrava a personalidade e a trajetória da mulher, o protagonista de “Uma Selfie com Lenin” passa em revista a própria jornada, desde que era um repórter mal remunerado até se converter em redator a serviço de políticos de caráter duvidoso. Na missiva, há espaço ainda para ecos de notícias do Brasil, como as manifestações de 2013 e 2014 e o desencanto com o projeto de esquerda para o país. Com um viés ao mesmo tempo melancólico e irônico, Fernando Molica desvela conflitos éticos e dilemas que marcam a rotina contemporânea, elaborando uma crítica perturbadora de nossa sociedade — da política ao amor. Redige uma trama ágil e original, que tem como ponto de partida a história de um romance turbulento e de uma decisão inusitada: desaparecer. Com isso, também apresenta um saboroso tratado sobre poder e injustiça, memória e esquecimento, desejo e perplexidade.

Fernando Molica é autor dos romances “Notícias do Mirandão”, “O Ponto da Partida” e “O Inventário de Julio Reis”, “Bandeira Negra, Amor” e o infanto-juvenil “O Misterioso Craque da Vila Belmira”. Tem livros publicados na Alemanha. Lançou também o livro-reportagem “O Homem que Morreu Três Vezes”, que recebeu menção honrosa do Prêmio Vladimir Herzog. Jornalista, assina uma coluna diária no jornal O Dia.

Serviço: Sempre Um Papo com Fernando Molica 

Dia 19 de setembro, terça-feira, às 19h30, com entrada gratuita

Local: Auditorio da Cemig – Rua Alvarenga Peixoto, 1200, Santo Agostinho – BH/MG

Informações: www.sempreumpapo.com.br / 31 32611501 

Assessoria de imprensa: Jozane Faleiro – jozane@sempreumpapo.com.br – 31 992046367  – 35676714

0 0 540 14 setembro, 2017 Agenda Cultural, Eventos/Moda setembro 14, 2017

Sobre o autor

CEO e Co-fundador da 2/1 Revista Eletrônica, Relações Corporativas, Ombudsman, atuou no Jornal O GLOBO (GRUPO GLOBO), Diário da Tarde (Diários Associados), Pohlig Heckel do Brasil (Grupo Belgo Mineira) e Diretor de Relações Públicas do Rotary Club

Ver todos os artigos por Jean Hausemer

Postagens relacionadas

Artigos recentes

  • Dúvidas sobre condomínio de lotes e direito de laje serão debatidas em oficina no próximo dia 31 de janeiro em São Paulo
    Dúvidas sobre condomínio de lotes e direito de laje serão debatidas em oficina no próximo dia 31 de janeiro em São Paulo
  • Entra em vigor lei que obriga manutenção de sistemas de ar condicionado
  • CPRT/CBIC dá início à agenda de trabalho de 2018 no próximo dia 30 de janeiro
  • Conselho Nacional do Trabalho dá início aos trabalhos de 2018
  • Em Movimento: como a construção civil movimenta a economia e gera empregos
  • Cientistas descobrem o que dizimou astecas
  • OMS põe todo estado de SP em área de risco para febre amarela