Jovem Músico BDMG revela o crescimento artístico dos participantes
Publicado por

Jovem Músico BDMG revela o crescimento artístico dos participantes

Jordan Alexander, selecionado para a série de recitais pela primeira vez aos 11 anos, retorna ao palco para apresentar o seu amadurecimento musical

No Jovem Músico BDMG, realizado pelo BDMG Cultural, os participantes, após serem selecionados, podem se inscrever novamente dois anos depois da sua última participação. Alguns participantes aproveitam essa oportunidade para mostrar o seu crescimento artístico e musical enquanto não completam 25 anos, idade limite para participar da série.

No dia 7 de novembro, às 19h30, reencontraremos na Sala Juvenal Dias, do Palácio das Artes, alguns talentosos músicos que já passaram pelo programa, como os irmãos e pianistas Jordan Alexander e Jennifer Alexandra. Subirão também ao palco os estreantes Henrique Lowson (violão), Albert Andrew e Júlia Tempesta (duo de flautas) e Sávio Faschet (canto).

Hoje, Jordan Alexander tem 16 anos. Na primeira vez em que ele subiu ao palco do Jovem Músico BDMG, os pés mal encostavam nos pedais do piano. Na ocasião, ele tinha 11 anos, mas já colecionava premiações. Mais maduro e com uma bagagem musical maior, Jordan se apresentou na final do Forte International Music Competititon, em Nova York, há cerca de três anos. “Para o músico, é essencial fazer música, apresentar-se em público e em locais reconhecidos como a Sala Juvenal Dias, do Palácio das Artes. Pretendo me dedicar a música e ver aonde ela me leva”, conta o adolescente, que já pode comemorar suas conquistas.

Com 24 anos, Henrique Lowson também comemora a oportunidade de subir ao palco e apresentar para o público o seu talento. “Esta é uma oportunidade essencial diante do cenário dos jovens estudantes de música do país, principalmente no cenário da música de concerto”, explica o violonista. Monitor do curso de violão da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Henrique acredita que faltam iniciativas como a da série, que estimulam positivamente a carreira de jovens que se dedicam à música. “O processo de preparar-se para um recital, subir ao palco e lidar com a plateia é vital em nossa formação, trazendo muito aprendizado e reflexões construtivas sobre o trabalho que estamos desenvolvendo”, finaliza.

O Jovem Músico BDMG seleciona cantores e instrumentistas de até 25 anos, mineiros ou residentes no estado há mais de dois anos, que se dedicam a música erudita. A escolha dos jovens que participam dos recitais é realizada por uma comissão julgadora independente, formada por consagrados músicos e professores da capital. Este ano, os responsáveis pela seleção foram Carlos Aleixo, Míriam Bastos e Rubner Abreu.

A série já está em sua reta final. No mês de dezembro será realizado o último recital da temporada, com ingressos a preço popular: R$2 (inteira) e R$1 (meia-entrada).

Serviço

Jovem Músico BDMG apresenta Jordan Alexander (piano), Jennifer Alexandra (piano), Henrique Lowson (violão), Albert Andrew e Júlia Tempesta (duo de flautas) e Sávio Faschet (canto)

7 de novembro, às 19h30

Sala Juvenal Dias – Palácio das Artes – Avenida Afonso Pena, 1.537, Centro

Ingressos à venda na bilheteria do Palácio das Artes – R$2 (inteira) e R$1 (meia-entrada)

Mais informações: (31) 3219-8691

Serviço

Jovem Músico BDMG apresenta Jordan Alexander (piano), Jennifer Alexandra (piano), Henrique Lowson (violão), Albert Andrew e Júlia Tempesta (duo de flautas) e Sávio Faschet (canto)

7 de novembro, às 19h30

Sala Juvenal Dias – Palácio das Artes – Avenida Afonso Pena, 1.537, Centro

Ingressos à venda na bilheteria do Palácio das Artes – R$2 (inteira) e R$1 (meia-entrada)

Mais informações: (31) 3219-8691

Conheça os participantes do recital do dia 7 de novembro

– Henrique Lowson (violão)

Henrique Lowson é natural de Nova Friburgo, no Rio de Janeiro. Aos 13 anos, iniciou seus estudos musicais, percorrendo vários estilos. Porém, aos 20, decidiu se profissionalizar na área da música erudita e começou o seu bacharelado em violão clássico, na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Participou do 1º Festival de Violão de Ouro Branco, no qual realizou masterclasses com o violonista escocês Paul Galbraith. Henrique também estudou música barroca e renascentista com Nicolas de Souza, em duas edições do Festival de Música Colonial e Antiga de Juiz de Fora. Com 24 anos, o músico é monitor do curso de violão da UFJF, e recebe orientações do professor Luis Leite.

– Jennifer Alexandra (piano)

Jovem Músico BDMG Cultural – Retratos para divulgação – Jordan Alexander e Jennifer Alexandra, Belo Horizonte MG. 16/06/2017. © Copyright Élcio Paraíso/Bendita – Conteúdo & Imagem | Todos os direitos reservados | All rights reserved

 

Jennifer Alexandra revelou a sua vocação para a música desde cedo. Aos 17 anos, já participou de festivais e seminários no país e no exterior, como o VIP Academy, em Viena; Semana Internacional de Piano – Cushing Academy, nos Estados Unidos; Encontro Internacional de Pianistas de Piracicaba; Instituto Territorial de Música, na Argentina, entre outros. Veterana no Jovem Músico BDMG, no qual participou aos 14 anos, Jennifer realizou masterclasses com os professores Maurizio Moretti, Stephan Moller, Andrea González, Margarida Nuller, Luiz Senise, João Paulo Casarotti, Mauricy Martin e Fábio Luz. A pianista também se apresentou na Série Segunda Musical, da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, em quatro edições, e na Quarta Cultural da UFMG. Natural de Betim, a jovem coleciona premiações em seu currículo. Entre os principais, estão o de melhor intérprete de peça brasileira, no I Concurso Nacional de Piano da Escola de Música Villa-Lobos (2017), no Rio de Janeiro; primeiro lugar no I Concurso Nacional de Piano Pró-Música (2017), em Campinas; segunda colocação no Piano Talents, na Itália (2016); entre outros.

– Albert Andrew e Júlia Tempesta (duo de flautas)

Jovem Músico BDMG Cultural – Retratos para divulgação –
Duo Albert Andrew e Julia Tempesta, Belo Horizonte, MG. 23/06/2017. © Copyright Élcio Paraíso/Bendita – Conteúdo & Imagem | Todos os direitos reservados | All rights reserved

Albert Andrew e Júlia Tempesta têm 20 anos e nasceram em Belo Horizonte. Albert cursa bacharelado em flauta transversal na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), sob orientação de Artur Andrés. O flautista foi aluno do Cefart, do Palácio das Artes, onde teve aulas com Alexandre Braga e participou de recitais promovidos pela instituição. Integrou a Orquestra de Sopros da Fundação de Educação Artística (FEA) e a banda interna da ópera Rigoletto, realizada com a Orquestra Sinfônica de Minas Gerais. Albert também participou do 14º Festival Internacional de Flautistas da Associação Brasileira de Flautistas (Abraf).  Atualmente, faz parte da Flutuar Orquestra de Flautas e da Orquestra Multiplayer. A flautista Júlia Tempesta cursa bacharelado em música na UFMG. Completou em 2015 o curso técnico em música, no Conservatório Estadual de Música de Varginha. Participou da Mostra de Conservatórios Estaduais de Minas Gerais e Segunda Musical da Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Fez parte da Orquestra Experimental do Conservatório Estadual de Música de Varginha (CEMVA) e atua como professora de flauta transversal no Centro de Musicalização Integrado da UFMG.

 

PIANISTA ACOMPANHANTE: CÉSAR AUGUSTO

– Sávio Faschet (canto)

Jovem Músico BDMG Cultural – Retratos para divulgação – Sávio Faschet, Belo Horizonte MG. 16/06/2017. © Copyright Élcio Paraíso/Bendita – Conteúdo & Imagem | Todos os direitos reservados | All rights reserved

Sávio Faschet nasceu em Almenara, Minas Gerais, e tem 22 anos. O cantor cursa bacharelado em música na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Em 2016, o músico foi eleito cantor revelação no concurso de jovens solistas da Fundação Clóvis Salgado (FCS). Entre seus trabalhos mais recentes estão a sua estreia operística no papel de Miles, na ópera The Turn Of The Screw, de Benjamin Britten, e o solo de Alto (evangelista), da première nacional da Passio, de Arvo Pärt. Atualmente, faz aulas com Mauro Chantal.

 

PIANISTA ACOMPANHANTE: MAURO CHANTAL

 

– Jordan Alexander (piano)

Jordan Alexander nasceu em Parauabebas, na Paraíba. O pianista participou do Jovem Músico BDMG em 2012 e 2015, sendo um dos mais jovens músicos da série de recitais. Aos 16 anos, Jordan coleciona no currículo participações em festivais e seminários no país e no exterior, como a Semana Internacional de Piano – Cushing Academy, nos Estados Unidos; 17º Masterclass e Festival de Piano Leonel Morales, na Espanha; Instituto Territorial de Música, na Argentina; 21º, 22º e 23º Festival de Música Colonial Brasileira, em Juiz de Fora, entre outros. Apresentou-se no Segunda Musical da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, na Quarta Cultural e Concertos de Outono da UFMG. Entre as principais premiações, estão os concursos Nacional Villa-Lobos, Piano Edna Bassetti Habith, Piano Souza Lima e Latino Americano Rosa Mística. Em 2012, com 10 anos, foi classificado em primeiro lugar no turno infantil do 6º Concurso de Piano Lorenzo Fernandez, onde também foi premiado nas categorias revelação e melhor intérprete de música clássica. Em 2014, Jordan foi selecionado para a final do Forte International Music Competition, realizado no Teatro Carnegie Hall, em Nova York, no qual recebeu a classificação prata.

LUIZA SERRANO
Assessora de Comunicação
Tel: (31) 3219-8691 Cel: (31) 99313-5508
www.bdmgcultural.mg.gov.br

BDMG CULTURAL

0 0 500 01 novembro, 2017 Agenda Cultural novembro 1, 2017

Sobre o autor

CEO e Co-fundador da 2/1 Revista Eletrônica, Relações Corporativas, Ombudsman, atuou no Jornal O GLOBO (GRUPO GLOBO), Diário da Tarde (Diários Associados), Pohlig Heckel do Brasil (Grupo Belgo Mineira) e Diretor de Relações Públicas do Rotary Club

Ver todos os artigos por Jean Hausemer

Postagens relacionadas

Artigos recentes

  • Seminário Beleza Autêntica
    Seminário Beleza Autêntica
  • Até mega sena judicial. Só arrebentando 
  • Temer queria evitar, mas Cármen Lúcia irá decidir sobre ministra
  • Os partidos alemães e a constituição do Bundestag
  • Talibã reivindica autoria de ataque a hotel de luxo em Cabul
  • SPD vai negociar coalizão com CDU: e agora?
  • ATUALIZAR A CONVENÇÃO É UM DESAFIO