ELZA SOARES abre o 3º Inverno das Artes com o show A MULHER DO FIM DO MUNDO
Publicado por

ELZA SOARES abre o 3º Inverno das Artes com o show A MULHER DO FIM DO MUNDO

A MULHER DO FIM DO MUNDO – ELZA SOARES
Data: 2 de julho (domingo)
Horário: 21h
Local: Grande Teatro do Palácio das Artes
Endereço: Av. Afonso Pena, 1537 – Centro
Entrada: R$ 100,00 (inteira) e R$ 50,00 (meia)
Classificação: 12 anos
Informações para o público: (31) 3236-7400
Informações para a imprensa:
Júnia Alvarenga: (31) 3236-7419 l (31) 8408-7084 l junia.alvarenga@fcs.mg.gov.br
Gabriela Rosa: (31) 3236-7378 l (31) 8409-1424 l gabriela.rosa@fcs.mg.gov.br
Vítor Cruz: (31) 3236-7378 l (31) 9317-8845 l vitor.cruz@fcs.mg.gov.br

Reverenciada por onde passa, a cantora Elza Soares dá início à programação do 3º Inverno das Artes. Ela apresenta ao público seu mais recente trabalho, o aclamado disco A Mulher do Fim do Mundo, produção que rendeu à cantora o Grammy Latino de melhor álbum de Música Popular em 2016. Primeiro da carreira somente com canções inéditas, A Mulher do Fim do Mundo é um disco apoteótico na carreira de uma das cantoras mais importantes da música brasileira

Histórias de dor, amor, paixões e sofrimentos da mulher e, em especial, da mulher negra, têm encantado o público. Nesse show, ela retrata as mazelas da sociedade, instigando o espectador à reflexão sobre a condição do indivíduo, em um ambiente violento, com críticas às realidades política e social do Brasil.

Eleita em 2000 como a “Melhor Cantora do Milênio” pela BBC, de Londres, e do alto das suas seis décadas de trajetória musical, Elza Soares vem com uma proposta diferente para esse show. Sentada em um trono metálico em meio a um cenário cercado por mil sacos plásticos de lixo, a Voz do Milênio interpreta emocionantes canções do novo disco, como a faixa-título do álbum, além de Coração do Mar, Firmeza?!, Benedita, Maria da Vila Matilde, além de outros sucessos, entre eles Malandro, A Carne e Volta por cima.

O espetáculo tem direção geral de Guilherme Kastrup, que também foi o responsável pela produção do disco. Anna Turra assina o cenário, a luz e as projeções. A banda é formada por Kiko Dinucci, Marcelo Cabral, Rodrigo Campos, Guilherme Kastrup e DaLua.

A Mulher do Fim do Mundo também recebeu os prêmios de Melhor Álbum de 2015 pela Associação Paulista de Críticos de Artes (APCA) e de Melhor Álbum de 2015 e Melhor Música de 2015 (Maria da Vila Matilde) pela revista Rolling Stone Brasil, de Melhor Álbum na categoria Pop/ Rock/ Reggae/ Rip Rop/ Funk na 27° edição do Prêmio da Música Brasileira, em 2016.

0 0 830 30 junho, 2017 Agenda Cultural junho 30, 2017

Sobre o autor

CEO e Co-fundador da 2/1 Revista Eletrônica, Relações Corporativas, Ombudsman, atuou no Jornal O GLOBO (GRUPO GLOBO), Diário da Tarde (Diários Associados), Pohlig Heckel do Brasil (Grupo Belgo Mineira) e Diretor de Relações Públicas do Rotary Club

Ver todos os artigos por Jean Hausemer

Postagens relacionadas

Artigos recentes

  • Dúvidas sobre condomínio de lotes e direito de laje serão debatidas em oficina no próximo dia 31 de janeiro em São Paulo
    Dúvidas sobre condomínio de lotes e direito de laje serão debatidas em oficina no próximo dia 31 de janeiro em São Paulo
  • Entra em vigor lei que obriga manutenção de sistemas de ar condicionado
  • CPRT/CBIC dá início à agenda de trabalho de 2018 no próximo dia 30 de janeiro
  • Conselho Nacional do Trabalho dá início aos trabalhos de 2018
  • Em Movimento: como a construção civil movimenta a economia e gera empregos
  • Cientistas descobrem o que dizimou astecas
  • OMS põe todo estado de SP em área de risco para febre amarela