Desemprego fica em 12% e atinge 12,6 milhões de brasileiros
Publicado por

Desemprego fica em 12% e atinge 12,6 milhões de brasileiros

A taxa de 12% é a maior para os trimestres encerrados em novembro desde o início da série da Pnad Contínua, em 2012

taxa de desocupação no Brasil ficou em 12% no trimestre encerrado em novembro, de acordo com os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgados na manhã desta sexta-feira, 29, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em igual período de 2016, a desocupação medida pela Pnad Contínua estava em 11,9%. A taxa de 12% é a maior para os trimestres encerrados em novembro desde o início da série da Pnad Contínua, em 2012. No trimestre até outubro, o resultado ficou em 12,2%.

No período, o país tinha 12,6 milhões de desempregados, um aumento de 3,6% em relação a igual período de 2016. Na comparação com o trimestre anterior, houve uma queda de 4,1% no total de desempregados.

A renda média real do trabalhador foi de 2.142 reais no trimestre encerrado em novembro. O resultado representa alta de 2,6% em relação ao mesmo período do ano anterior.

A massa de renda real habitual paga aos ocupados somou 191,9 bilhões de reais no trimestre até novembro, alta de 4,5% ante igual período do ano anterior.

Vagas

O mercado de trabalho no País perdeu 857 mil vagas com carteira assinada no período de um ano. O total de postos de trabalho formais no setor privado encolheu 2,5% no trimestre encerrado em novembro ante igual período do ano anterior, segundo os dados da Pnad Contínua agora divulgados.

Já o emprego sem carteira no setor privado teve aumento de 6,9%, com 718 mil empregados a mais, na mesma base de comparação. O total de empregadores cresceu 5,8% ante o trimestre até novembro de 2016, com 243 mil pessoas a mais.

O trabalho por conta própria cresceu 5% no período, com 1,1 milhão de pessoas a mais nessa condição. A condição de trabalhador familiar auxiliar aumentou 6,7%, com 141 mil ocupados a mais. O setor público gerou 142 mil vagas, um aumento de 1,2% na ocupação nessa categoria.

Houve aumento de 250 mil indivíduos na condição do trabalhador doméstico, 4,1% de ocupados a mais nessa função.

Fonte: Veja

0 0 200 30 dezembro, 2017 Em Alerta dezembro 30, 2017

Sobre o autor

CEO e Co-fundador da 2/1 Revista Eletrônica, Relações Corporativas, Ombudsman, atuou no Jornal O GLOBO (GRUPO GLOBO), Diário da Tarde (Diários Associados), Pohlig Heckel do Brasil (Grupo Belgo Mineira) e Diretor de Relações Públicas do Rotary Club

Ver todos os artigos por Jean Hausemer

Postagens relacionadas

Artigos recentes

  • 2/1 Revista Eletrônica
    2/1 Revista Eletrônica
  • VAC – CONTEMPORÂNEO APRESENTA: RUFO HERRERA E O BANDONEÓN
  • Muito barulho por nada
  • Petistas acham que partido deve ter plano caso Lula não concorra ao Planalto
  • O desafio das ‘fake news’ nas eleições de 2018
  • Aviões turcos bombardeiam território curdo na Síria
  • STJ libera posse de Cristiane Brasil no Ministério do Trabalho