Com 11 anos, o jovem cantor Davi Efraim participa da série de recitais Jovem Músico BDMG
Publicado por

Com 11 anos, o jovem cantor Davi Efraim participa da série de recitais Jovem Músico BDMG

Além de ser o mais novo participante desta edição, o cantor é também o mais jovem em 17 anos de programa

No dia 3 de outubro, a série de recitais Jovem Músico BDMG receberá um jovem cantor de 11 anos, Davi Efraim. Apesar da pouca idade, ele iniciou seus estudos musicais muito cedo, fazendo aulas de piano, violão erudito, violino, violoncelo, percepção musical e canto lírico. Na próxima terça-feira, às 19h30, ele subirá ao palco da Sala Juvenal Dias, do Palácio das Artes, com outros jovens talentos da música erudita em Minas Gerais, Geraldo Costa Neto (violão), Thiago Barros (violino), Trio Haydn – Thiago, Sara e Ruth Barros (violinos e violoncelo), e Giovanni Martins (oboé).

Davi começou a tocar por iniciativa própria, ao perceber que o teclado que seus pais tinham em casa estava sem utilidade. “O interesse foi totalmente dele. Comprei um teclado para aprender a tocar, fiz algumas aulas, mas a falta de tempo me fez encostar o instrumento. Foi aí que Davi teve a curiosidade de manuseá-lo”, conta a mãe Giane Fontes. Giane explica que ensinou algumas notas que já havia aprendido, mas que o próprio Davi se arriscava, assistindo vídeos na internet, até que o professor André Durval, ao ver a dedicação do jovem músico, começou a ajudá-lo.

O pianista André Durval é quem vai acompanhar o cantor na apresentação do dia 3 de outubro. Por incentivo dos pais e do professor, Davi decidiu encarar a sua primeira audição. “Com o apoio dos meus pais e do André resolvi participar, mas sem a obrigação de ser selecionado. Foi muito especial cantar pra a comissão julgadora no dia da apresentação, imagina para o público?”, afirma o jovem.

Giane Fontes conta que a diversidade dos instrumentos também tem a ver com a escola na qual faz aulas. “A escola que ele faz aula é da prefeitura de Itabira. Ele começou no piano, mas devido à crise, o curso encerrou. Ele passou então para o violão, e aconteceu o mesmo. Agora ele segue firme nas aulas de violoncelo e canto”, conta animada. De acordo com a mãe, Davi já expressa a sua vontade de fazer uma faculdade de música, e mesmo que seus planos mudem ao longo do tempo, ela e o marido apoiam e incentivam em tudo que é possível para a realização deste sonho. “Conciliamos nossos compromissos profissionais e pessoais para ajudá-lo. Ele é muito dedicado e já tem essa facilidade. Não podemos ignorar essa aptidão e vontade dele”, finaliza.

Para Davi, a oportunidade de estar em palco é uma chance de alcançar seu sonho e de ser exemplo para outras crianças. “Acredito que outras crianças quando souberem da minha participação no recital poderão me ver como exemplo ou se verem representadas”, explicou.

Com apenas 11 anos, Davi vai dividir a noite com Geraldo Costa Neto, de 22 anos, estudante de música da Universidade Federal de São João del Rei Quem também estará no recital é Thiago Barros. De família musical, o violonista de 17 anos se apresentará solo e com o Trio Haydn, formado por ele e por Sara e Ruth Barros. Para fechar a noite, Giovanni Martins. Com 17 anos, o músico de Ouro Branco já comemora premiações em importantes concursos no estado.

O Jovem Músico BDMG seleciona cantores e instrumentistas de até 25 anos, mineiros ou residentes no estado há mais de dois anos, que se dedicam a música erudita. A escolha dos jovens que participam dos recitais é realizada por uma comissão julgadora independente, formada por consagrados músicos e professores da capital. Este ano, os responsáveis pela seleção foram Carlos Aleixo, Míriam Bastos e Rubner Abreu.

Até dezembro, os recitais acontecerão sempre na primeira terça-feira do mês, com ingressos a preço popular: R$2 (inteira) e R$1 (meia-entrada).

Serviço

Jovem Músico BDMG apresenta Geraldo Costa Neto (violão), Davi Efraim (canto), Thiago Barros (violino), Trio Haydn – Thiago, Sara e Ruth Barros (violinos e violoncelo), e Giovanni Martins (oboé).

3 de outubro, às 19h30

Sala Juvenal Dias – Palácio das Artes – Avenida Afonso Pena, 1.537, Centro

Ingressos à venda na bilheteria do Palácio das Artes – R$2 (inteira) e R$1 (meia-entrada)

Mais informações: (31) 3219-8691

Conheça os participantes do recital do dia 3 de outubro

– Geraldo Costa Neto (violão)

Natural de Santo Antônio do Monte, Geraldo Costa Neto tem 22 anos e cursa graduação em música na Universidade Federal de São João del Rei (UFJS), sob orientação do professor Guilheme Vicens. Participou de masterclasses com renomados violonistas como Sérgio Assad, Aliéksey Vianna, Thiago Colombo, Maurizio Grandinetti, Daniel Wolff, Robert Trent, José Lucena Vaz, Juan Almada, Edelton Gloeden, entre outros. Foi selecionado para os programas Música XXI, em três edições consecutivas, de 2015 a 2017; Segunda Musical da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, em 2017; e premiado em 2º lugar no concurso de violão FITO, em São Paulo, também em 2017. Lecionou violão no programa de extensão da UFSJ, Vivências Musicais, e no Música Viva, ministrando aulas de musicalização na Casa Lar de São João de Rei. Geraldo também atuou como professor no Núcleo Cordas da Vida, em Santa Cruz de Minas, e integrou a Camerata de Violões da UFSJ, de 2014 a 2016.

– Davi Efraim (canto)

Com 11 anos, Davi Efraim é o mais novo participante do Jovem Músico BDMG em 17 edições do programa. Desde os dois anos, o cantor já mostrava afinação e interesse pela música. Aos nove, ingressou como aluno de musicalização infantil da Escola Livre de Música de Itabira (ELM). Fez aulas de piano, violão erudito, violino, violoncelo e percepção musical na ELM, além de canto popular e lírico, com o maestro Edson Doliveira, com quem faz aulas atualmente. Participou das oficinas Experimental de Harmonia, Improvisação e Criação Coletiva, ministrada pelo consagrado Daniel Pantoja, e Divisão Rítmica – Percepção e Vivência, com Henrique Toledo . Em outubro de 2016, foi finalista do concurso Power Show Kids, da TV Alterosa. Em dezembro do mesmo ano, foi solista da comemoração dos 70 anos do Coral Juvenal Vilela, em Caeté. Desde o início de 2017, o aluno do 6º ano do ensino fundamental realiza a gravação de uma série de áudios e videoclipes com outros quatro jovens músicos eruditos, que posteriormente, será reunida em CD e DVD.

PIANISTA ACOMPANHANTE: ANDRÉ DURVAL

– Thiago Barros (violino)

Thiago Barros começou seus estudos musicais aos seis anos, com seu atual professor Elias Barros. O belo-horizontino de 17 anos participou de masterclasses com Eliseu Barros, Márcio Martins, Alessandro Borgomanero, Teodora Geraets, Carmelo de los Santos e Marcelo Guerchfeld. O violinista esteve em festivais como os de Ouro Branco e Sarzedo. Recentemente, foi spalla da orquestra do curso de extensão da UFMG e violinista da Orquestra Sinfônica de Betim.

PIANISTA ACOMPANHANTE: CÉSAR AUGUSTO

– Trio Haydn (violinos e violoncelo)

Thiago, Sara e Ruth são de família musical. O Trio Haydn se apresenta em recitais de música de câmara, como as séries UFMG e Usiminas. Thiago começou seus estudos musicais aos seis anos, com seu atual professor Elias Barros. O violinista de 17 anos nasceu em Belo Horizonte e integrou a Orquestra Sinfônica de Betim. Influenciada por seu pai, Alexandre Barros, e pelo professor João Cândido, Ruth Barros iniciou seus estudos aos cinco. Natural de Ribeirão Preto, a violoncelista de 17 anos é veterana no Jovem Músico BDMG, no qual foi selecionada como solista em 2016. Atualmente, integra a Orquestra Sinfônica de Betim. Sara Barros, assim como Ruth, nasceu em Ribeirão Preto. Aos seis anos, já iniciava seus estudos de violino com Elias Barros. A violinista desenvolve atividades camerísticas e participa do naipe de violinos da Orquestra Sinfônica de Betim, sob orientação de Márcio Mirada e Samuel Gomide. Aos 16 anos, teve aulas com Marcello Guerchfeld e Theodora Geraets.

– Giovanni Martins (oboé)

Natural de Ouro Branco, Giovanni Martins iniciou os estudos de oboé aos 11 anos. Participou de masterclasses com os professores Ravi Shankar, Arcádio Minczuk, Christian Hummel, Ricardo Barbosa, Moisés Pena e Washington Barella. Aos 17 anos, o músico esteve em festivais como o Festival de Música Campos do Jordão, Semana da Música, Festival Eleazar de Carvalho e Oficina de Música de Curitiba. Foi solista das orquestras de câmara de Ouro Branco, Sesi Minas e de Itaúna. Venceu o 4º Concurso Jovem Solista da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais, em 2013, no qual recebeu o prêmio revelação, e o 18º Festival Eleazar de Carvalho, como jovem solista.

LUIZA SERRANO
Assessora de Comunicação
Tel: (31) 3219-8691 Cel: (31) 99313-5508
www.bdmgcultural.mg.gov.br

BDMG CULTURAL

A imagem pode conter: 6 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas tocando instrumentos musicais e violão
A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, atividades ao ar livre
A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, close-up
A imagem pode conter: 1 pessoa, close-up
0 0 1720 27 setembro, 2017 Agenda Cultural setembro 27, 2017

Sobre o autor

CEO e Co-fundador da 2/1 Revista Eletrônica, Relações Corporativas, Ombudsman, atuou no Jornal O GLOBO (GRUPO GLOBO), Diário da Tarde (Diários Associados), Pohlig Heckel do Brasil (Grupo Belgo Mineira) e Diretor de Relações Públicas do Rotary Club

Ver todos os artigos por Jean Hausemer

Postagens relacionadas

Artigos recentes

  • CRIANÇAS TOCAM SINO DA CURA PARA COMEMORAR FIM DO TRATAMENTO ONCOLÓGICO NO HOSPITAL DA BALEIA
    CRIANÇAS TOCAM SINO DA CURA PARA COMEMORAR FIM DO TRATAMENTO ONCOLÓGICO NO HOSPITAL DA BALEIA
  • Escalada para o Planeta Brasil, Orquesta Atípica de Lhamas lança seu primeiro single na terça-feira
  • Carnaval SP – TRYP Jesuíno Arruda lança promoção exclusiva para clientes que viajam com seus pets
  • Temer nega ter autorizado Rocha Loures a negociar em seu nome
  • Moscou registra o mês mais escuro de sua história
  • Carro invade calçadão da praia de Copacabana e deixa feridos
  • Cotação do real em relação ao euro e ao dólar