Bateria e composição caminham lado a lado na trajetória de Eduardo Sueiit
Publicado por

Bateria e composição caminham lado a lado na trajetória de Eduardo Sueiit

Desmistificando a ideia de que bateristas não compõem, Eduardo Sueitt apresentará show inédito e autoral como um dos vencedores do XVII Prêmio BDMG Instrumental, ao lado de seu convidado especial, o pianista André Marques

No dia 4 de outubro, o compositor e baterista Eduardo Sueitt se apresentará no palco da série de shows dos vencedores do 17º Prêmio BDMG Instrumental, às 20h. Com seu primeiro CD solo lançado recentemente, Enlevo dos Pinhais, Eduardo interpretará repertório inédito, com canções premiadas. O acesso será gratuito.

Influenciado por seu avô Irineu, um apaixonado por música, Eduardo Sueitt iniciou seus estudos musicais aos 14 anos. Natural de Espírito Santo do Pinhal, em São Paulo, o instrumentista se enveredou pelas composições, área pouco comum para os bateristas. “Penso que este cenário vem mudando ao longo dos anos. Exemplo disso é a quantidade de bateristas da minha geração que estão desenvolvendo lindos trabalhos autorais. Isso é reflexo de uma semente plantada há muitos anos, onde tínhamos bateristas como Airto Moreira e Nenê, que já desenvolviam trabalhos solo também como compositores e contribuíram muito para que atualmente tivéssemos esta cena repleta de bateristas compositores e interessados no assunto”, explica Eduardo.

O baterista se apresentará acompanhado por Paulio Celé (guitarra), Sá Reston (baixo elétrico), Bernardo Fabris (sax soprano e sax alto), Raphael Ferreira (sax tenor) e André Marques, convidado especial do show. “André é pianista do Hermeto Pascoal há 23 anos e idealizador do Trio Curupira. Ele com certeza é uma grande referência para muitos músicos e compositores da minha geração”, afirma Sueitt. O músico conheceu o trabalho do pianista em 2003, quando ingressou no Conservatório de Tatuí. Dois anos depois, teve a oportunidade de estudar ritmos brasileiros na prática de grupo que ele ministrava, e desde então acompanha os trabalhos dele como pianista e compositor.

Eduardo Sueitt já participou do Prêmio BDMG Instrumental como músico acompanhante de vencedores. Agora, do outro lado, vê esta oportunidade como um incentivo para produzir e estudar cada vez mais. “É uma felicidade imensurável estar entre os vencedores do Prêmio. Isso me motiva a acreditar mais no meu trabalho”, finaliza.

Além de Eduardo Sueitt, participarão da série de shows do 17º Prêmio BDMG Instrumental o violonista Renato Saldanha, o pianista Deangelo e o trompetista William Alves. Os vencedores foram selecionados por uma comissão julgadora formada por músicos, compositores e jornalistas consagrados.

Até o mês de novembro, os músicos se apresentarão no CCBB, em Belo Horizonte, e em São Paulo, no “Instrumental Sesc Brasil”, do Sesc SP. Nos shows da capital mineira, cada vencedor poderá se apresentar ao lado de um nome reconhecido no cenário instrumental.

Prêmio BDMG Instrumental

Há 17 anos, o BDMG Cultural realiza o Prêmio BDMG Instrumental. A cada nova edição são revelados talentos da música instrumental mineira, que têm a oportunidade de apresentar trabalhos autorais nas séries de shows dos vencedores da premiação. Durante essa trajetória, a premiação conta há mais de 11 anos com um parceiro imprescindível para a divulgação e o fomento da música instrumental em nosso país, o Sesc SP, por meio do programa Instrumental Sesc Brasil.

Programação shows São Paulo – Instrumental Sesc Brasil

4 de outubro – Eduardo Sueitt

8 de novembro – William Alves

 

Conheça mais sobre Eduardo Sueitt, um dos vencedores do 17º Prêmio BDMG Instrumental

Eduardo Sueitt fez aulas com José Carlos da Silva, Cleber Almeida, André Marques, Egberto Gismonti, Heraldo do Monte, Fábio Leal, entre outros. O baterista se formou na Faculdade de Música Carlos Gomes, na capital paulista, e fez pós graduação em música brasileira e educação musical pela Universidade Vale do Rio Verde (UninCor). Conheceu músicos com os quais dividiu palcos e gravações, entre eles, Agnaldo Rayol, Joanna, Renato Braz, Paulinho Pedra Azul e Fabio Gouvea. Em 2016, integrou a banda do bandolinista e compositor Marcos Ruffato, um dos vencedores do XVII Prêmio BDMG Instrumental. Atualmente, é mestrando em música pela Unicamp, professor de bateria no Conservatório Municipal de Poços de Caldas e integra o naipe de percussão da Orquestra Jazz Sinfônica de São João da Boa Vista. Recentemente, lançou seu primeiro CD solo, “Enlevo dos Pinhais”.

XVII Prêmio BDMG Instrumental – Vencedores: Deangelo Silva (pianista), Renato Saldanha (violonista), William Alves (trompetista) e Eduardo Sueitt (baterista)i. Finalistas Sem Receita e Leandro César. Pocket Show com o Vencedor do Prêmio Marco Antônio Araújo, Aloízio Horta. Teatro Sesiminas. Belo Horizonte MG. 30/04/2016. © Copyright Élcio Paraíso/Bendita Conteúdo & Imagem | Todos os direitos reservados | All rights reserved

XVII Prêmio BDMG Instrumental – Vencedores: Deangelo Silva (pianista), Renato Saldanha (violonista), William Alves (trompetista) e Eduardo Sueitt (baterista)i. Finalistas Sem Receita e Leandro César. Pocket Show com o Vencedor do Prêmio Marco Antônio Araújo, Aloízio Horta. Teatro Sesiminas. Belo Horizonte MG. 30/04/2016. © Copyright Élcio Paraíso/Bendita Conteúdo & Imagem | Todos os direitos reservados | All rights reserved

 

MÚSICAS

Bairral – Eduardo Sueitt

Crescer – Eduardo Sueitt

De repente baião – Eduardo Sueitt

Rosa  – Pixinguinha

Dores do Indaiá – Eduardo Sueitt

Caminhando – Eduardo Sueitt

Chovendo na roseira – Tom Jobim

Marseille para Ella – Eduardo Sueitt

Maracatu de abertura – André Marques

Surpresa – Hermeto Pascoal

Baião de Matuto – Eduardo Sueitt

MÚSICOS

Paulio Celé – guitarra

Sá Reston – baixo elétrico

Bernardo Fabris – sax soprano e sax alto

Raphael Ferreira – sax tenor

Convidado especial: André Marques – piano

BDMG Cultural

O BDMG Cultural é um instituto que há 29 anos realiza ações na área da música, das artes visuais, do audiovisual e das artes cênicas. Braço cultural do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais, a instituição acredita que a cultura faz parte do desenvolvimento e está diretamente ligada a qualidade de vida. Suas ações culturais abrem espaço para jovens, novos e consagrados artistas. A galeria de arte promove exposições abertas à visitação diariamente, de 10h às 18h, inclusive aos finais de semana e feriados. A instituição faz parte do Circuito Liberdade, corredor cultural localizado em uma histórica área da capital mineira e composto por 16 equipamentos, entre museus e centros culturais.

 

Serviço

Série de shows dos vencedores do Prêmio BDMG Instrumental apresenta Eduardo Sueitt

Dia 4 de outubro, quarta-feira, às 20h

CCBB-BH – Teatro I – Praça da Liberdade, 450

Entrada gratuita mediante retirada de ingresso 1h antes do show

Assessoria de imprensa: Luiza Serrano – (31) 3219-8656 / 99313-5508

 

LUIZA SERRANO
Assessora de Comunicação
Tel: (31) 3219-8691 Cel: (31) 99313-5508
www.bdmgcultural.mg.gov.br

BDMG CULTURAL

0 0 470 30 setembro, 2017 Agenda Cultural, Eventos/Moda setembro 30, 2017

Sobre o autor

CEO e Co-fundador da 2/1 Revista Eletrônica, Relações Corporativas, Ombudsman, atuou no Jornal O GLOBO (GRUPO GLOBO), Diário da Tarde (Diários Associados), Pohlig Heckel do Brasil (Grupo Belgo Mineira) e Diretor de Relações Públicas do Rotary Club

Ver todos os artigos por Jean Hausemer

Postagens relacionadas

Artigos recentes

  • CRIANÇAS TOCAM SINO DA CURA PARA COMEMORAR FIM DO TRATAMENTO ONCOLÓGICO NO HOSPITAL DA BALEIA
    CRIANÇAS TOCAM SINO DA CURA PARA COMEMORAR FIM DO TRATAMENTO ONCOLÓGICO NO HOSPITAL DA BALEIA
  • Escalada para o Planeta Brasil, Orquesta Atípica de Lhamas lança seu primeiro single na terça-feira
  • Carnaval SP – TRYP Jesuíno Arruda lança promoção exclusiva para clientes que viajam com seus pets
  • Temer nega ter autorizado Rocha Loures a negociar em seu nome
  • Moscou registra o mês mais escuro de sua história
  • Carro invade calçadão da praia de Copacabana e deixa feridos
  • Cotação do real em relação ao euro e ao dólar