Trump tenta impedir publicação de livro sobre bastidores da Casa Branca
Publicado por

Trump tenta impedir publicação de livro sobre bastidores da Casa Branca

MUNDO

Advogado de Trump ameaça processar autor por invasão de privacidade e difamação caso obra seja publicada. Em resposta, editora adianta lançamento. Livro retrata Casa Branca do republicano como um lugar caótico.

Donald TrumpCom base em mais de 200 entrevistas, livro oferece rara visão interna da Casa Branca e da campanha eleitoral

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, tenta impedir o lançamento de um livro sobre seu primeiro ano do governo. Seu advogado pediu formalmente nesta quinta-feira (04/01) o cancelamento imediato da publicação e da divulgação da obra que retrata a Casa Branca do republicano como um lugar caótico e o apresenta como imaturo.

O advogado Charles Harder pediu ao autor de Fire and Fury: Inside the Trump White House (Fogo e Fúria: Por dentro da Casa Branca de Trump), o jornalista Michael Wolff, e à editora Henry Holt que desistam da publicação.

Leia também:Trump rompeu de vez com direita republicana

“Estamos investigando vários comentários falsos e sem fundamento feitos por Wolff sobre Trump”, afirmou Harder. Na mensagem enviada ao escritor, o advogado alerta que avalia a possibilidade de entrar com ações contra o livro. Entre as alegações citadas estão que há invasão de privacidade e difamações contra o presidente e sua família.

Harder também disse que é possível provar que a intenção de Wolff é maliciosa. “O livro admite na introdução que contém declarações não verdadeiras e não cita nenhuma fonte para muitas de suas informações danosas sobre Trump”, destaca.

Em resposta às ameaças, a editora Henry Holt adiantou o lançamento do livro, que seria publicado somente em 9 de janeiro, para esta sexta-feira.

Declarações polêmicas

A publicação ganhou a atenção da mídia e enfureceu o presidente, após trechos terem sido divulgados na quarta-feira. Em uma das passagens, o livro afirma que o objetivo de Trump não era vencer as eleições presidenciais, mas sim potencializar suas marcas

Fonte:Deutsche Welle 

0 0 520 05 janeiro, 2018 Mix Informações janeiro 5, 2018

Sobre o autor

CEO e Fundador da 2/1 Revista Eletrônica, Relações Corporativas, Ombudsman, atuou no Jornal O GLOBO (GRUPO GLOBO), Diário da Tarde (Diários Associados), Diário do Comércio, Pohlig Heckel do Brasil (Grupo Belgo Mineira) e Diretor de Relações Públicas do Rotary Club.

Ver todos os artigos por Jean Hausemer

Postagens relacionadas

Artigos recentes

  • Sempre Um Papo e o Sesc Santo André recebem a mestre em Filosofia Política Djamila Ribeiro
    Sempre Um Papo e o Sesc Santo André recebem a mestre em Filosofia Política Djamila Ribeiro
  • Cotação do real em relação ao euro e ao dólar
  • Tribunal mantém pena de 30 anos para Dirceu
  • UE barra importação de carne de 20 frigoríficos brasileiros
  • PROGRAMA JOÃO CARLOS AMARAL ENTREVISTA EMÍLIO PAROLINI
  • Restaurante Aromatique prepara almoço especial para celebrar o Dia das Mães
  • 2/1 Revista Eletrônica