Reunião do Grupo de Acompanhamento do Minha Casa, Minha Vida conta com a participação da equipe da área de Habitação da Caixa
Publicado por

Reunião do Grupo de Acompanhamento do Minha Casa, Minha Vida conta com a participação da equipe da área de Habitação da Caixa

Foto: PH Freitas/CBIC
A equipe da área de habitação da Caixa Econômica Federal reforçou na tarde desta quinta-feira (19/04), durante a reunião de Acompanhamento do Programa Minha Casa, Minha Vida, (PMCMV), na sede da CBIC, em Brasília, a relevância da continuidade da parceria entre a entidade e a instituição para o bom andamento do programa. Conduzida pelo líder do projeto da Comissão da Indústria Imobiliária (CII) no âmbito do Programa MCMV, Carlos Henrique Passos, as iniciativas de redução dos juros para habitação e o aumento da cota para os imóveis usados pela instituição, “todas com efeitos diretos e indiretos para o setor”, foram destacadas durante a reunião, bem como todos os assuntos previstos na pauta sobre contratação tanto de Pessoa Jurídica quanto de Pessoa Física.

Sobre o critério para liberação de garantias com excedente em relação ao saldo devedor ou fator previsto em contrato, o novo superintendente nacional da Rede Executiva e Negocial de Habitação da Caixa, Henrique Marra, informou que a instituição já normatizou a possibilidade de utilizar excedentes para amortizar encargos. Por enquanto, está sendo feito manualmente. Casos pontuais serão estudados. Implantação está sendo feita no sistema, mas ainda não há data definida para conclusão.

O superintendente apresentou premissas e análise de crédito para incorporador e construtor. Grande destaque também para as novas condições de crédito imobiliário; a cota de financiamento de imóveis usados, que passou de 50% para 70%, e a volta do Interveniente Quitante (IQ).

Além disse, Henrique Marra comentou que foi convidado pelo presidente da CII/CBIC, Celso Petrucci, para realizar, em conjunto com o setor, um workshop nacional com a Área de Risco da Caixa para avaliar o cenário do mercado imobiliário, o que considerou uma ótima ideia.

Feirões da Caixa 2018
Henrique Marra aproveitou para reforçar que em maio serão realizados os Feirões da Caixa, conforme o cronograma a seguir: 4 a 6 de maio, em São Paulo (SP), Salvador (BA) e Porto Alegre (RS); 18 a 20 de maio, em Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Rio de Janeiro (RJ), Uberlândia (MG) e São Luís (MA) e de 25 a 27 de maio, em Belém (PA), Campinas (SP), Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Goiânia (GO), Recife (PE) e Fortaleza (CE). Além dos feirões, em maio também serão realizadas feirinhas em parceria com os Sinduscons locais.

Realizada pela CII/CBIC, com a correalização do Senai Nacional, a reunião também contou com a participação da nova superintendente Nacional do PMCMV, Maria Carmem Madoz, que assumirá na próxima semana.

Fonte:
0 0 470 20 abril, 2018 Cultura Organizacional abril 20, 2018

Sobre o autor

CEO e Fundador da 2/1 Revista Eletrônica, Relações Corporativas, Ombudsman, atuou no Jornal O GLOBO (GRUPO GLOBO), Diário da Tarde (Diários Associados), Diário do Comércio, Pohlig Heckel do Brasil (Grupo Belgo Mineira) e Diretor de Relações Públicas do Rotary Club.

Ver todos os artigos por Jean Hausemer

Postagens relacionadas

Artigos recentes

  • Opinião: Merkel e Putin, adversários confiáveis em tempos de incerteza
    Opinião: Merkel e Putin, adversários confiáveis em tempos de incerteza
  • Erdogan diz que não vai ceder aos EUA
  • Venezuelanos são agredidos e expulsos em Roraima
  • Banda carioca 90 Contos lança disco inspirado por cinema e literatura
  • Teatro -“Piaf! O Show”, estrelado por Nathalie Lhermitte o espetáculo celebra a música e vida da lendária cantora parisiense, Edit Piaf, dias 12 e 13 de setembro no Sesc Palladium
  • MORARMAIS BH18 IMPERDÍVEL
  • VENDE-SE DOIS LOTES DE TERRAS – MUNICÍPIO DE BORBA – ESTADO DO AMAZONAS – BRASIL / BRAZIL