“Não me interessa abrir minha vida, mandar memes e piadinhas”, diz Boni, um dos maiores nomes da TV
Publicado por

“Não me interessa abrir minha vida, mandar memes e piadinhas”, diz Boni, um dos maiores nomes da TV

Apesar de não ser adepto das redes sociais, ele diz que é preciso usar a internet como aliada

José Bonifácio de Oliveira Sobrinho (Foto: Moacyr Lopes Junior/Folhapress)

Um dos maiores magos da TV no Brasil, José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni, está cheio de novos projetos em sua TV Vanguarda, sediada em São José dos Campos.

“Entre as novidades, um aplicativo móvel com cerca de 150 mil pessoas cadastradas que são nossos geradores de conteúdo e, muitas vezes, geram o material que utilizamos em nossos telejornais. É o público atuando como repórter”, explica ele, avesso às redes sociais.

“Quero distância do Facebook e do Instragram. Não estou interessado em abrir minha vida, meus pensamentos e em mandar memes e piadinhas para ninguém”. Ainda assim, Boni não culpa a internet pela queda da audiência da TV aberta.

“Ela sempre vai ter seu lugar, sobretudo aqui no Brasil. Mas eu investiria mais em jornalismo, pois, enquanto houver notícia, teremos TV. A novela, apesar de alguns erros na tentativa de se renovar, segue em alta, com bons índices de audiência.”

Fonte: ÉPOCA

0 0 960 12 fevereiro, 2018 Fique Por Dentro fevereiro 12, 2018

Sobre o autor

CEO e Fundador da 2/1 Revista Eletrônica, Relações Corporativas, Ombudsman, atuou no Jornal O GLOBO (GRUPO GLOBO), Diário da Tarde (Diários Associados), Diário do Comércio, Pohlig Heckel do Brasil (Grupo Belgo Mineira) e Diretor de Relações Públicas do Rotary Club.

Ver todos os artigos por Jean Hausemer

Postagens relacionadas

Artigos recentes

  • Governo disponibiliza Manual do Usuário Web Geral para auxiliar a inclusão de dados no eSocial
    Governo disponibiliza Manual do Usuário Web Geral para auxiliar a inclusão de dados no eSocial
  • Guilherme Afif Domingos defende micro e pequenas empresas durante encontro realizado pelo Secovi-SP
  • Acordo comercial UE-Japão desafia protecionismo de Trump
  • Após dezembro de 2018, Aneel não será mais responsável pela construção de redes e instalações de energia elétricas do Minha Casa, Minha Vida
  • Em crítica velada a Trump, Obama ataca “políticos valentões”
  • Cientistas dizem que edição genética pode ser eticamente aceitável
  • Ortega ataca bastião opositor na Nicarágua