Inscrições para premiações de música do BDMG Cultural chegam a reta final
Publicado por

Inscrições para premiações de música do BDMG Cultural chegam a reta final

30 de março é a data limite para se inscrever nos prêmios BDMG Instrumental, Marco Antônio Araújo e Flávio Henrique

 

Os editais para os tradicionais prêmios de música do BDMG Cultural, BDMG Instrumental e Marco Antônio Araújo; além do inédito Prêmio Flávio Henrique, foram lançados no final de fevereiro e receberão inscrições até o dia 30 de março. Os interessados devem consultar os regulamentos e fichas de inscrição no site da instituição: www.bdmgcultural.mg.gov.br. As inscrições são gratuitas.

BDMG Cultural – Projeto Dois na Quinta – Show de Flávio Henrique e Pablo Castro com Adriano Campagnani (baixo) e Léo Pires (bateria) Belo Horizonte MG. 21/05/2015 © Copyright Élcio Paraíso/Bendita – Conteúdo & Imagem | Todos os direitos reservados | All rights reserved

Em sua 18ª edição, o Prêmio BDMG Instrumental alcança a sua maioridade e segue revelando compositores, instrumentistas e arranjadores de música instrumental, mineiros ou residentes no estado há mais de dois anos; o Prêmio Marco Antônio, que existe há 15 anos, consagra o melhor CD autoral, instrumental e de produção independente produzido no ano anterior à premiação. Em sua primeira edição, o inédito Prêmio Flávio Henrique destacará o melhor CD autoral, de canção brasileira e independente, que reforce a qualidade e produção criativa em Minas Gerais.

BDMG Cultural – Apresentação dos Prêmios Marco Antônio Araújo e BDMG Instrumental de 2018 e Lançamento do Prêmio Flávio Henrique, Auditório BDMG Cultural, Belo Horizonte MG. 23/02/2018. © Copyright Élcio Paraíso/Bendita – Conteúdo & Imagem | Todos os direitos reservados | All rights reserved

Vencedor em 2011 dos prêmios BDMG Instrumental e Marco Antônio Araújo, Thiago Delegado destaca a importância das premiações. “Eu falo que esses prêmios foram importantes pilares para a minha carreira e para me tornar músico. Foi um grande incentivo. Tenho muitos amigos na cena instrumental e todos reconhecem, agradecem e valorizam essas iniciativas. Os jurados de fora que participam das comissões sempre comentam que esses prêmios poderiam acontecer em outros estados e que são de grande valor em Minas Gerais”, explica Delegado.

A canção, um pilar que faltava entre as premiações de música da instituição, foi contemplada com a criação do Prêmio Flávio Henrique. “ O estado conta com compositores e cantores de primeira linha, que merecem ser incentivados e reconhecidos. Essa é a função do instituto, que entende a cultura como motor primordial do desenvolvimento e fator de inclusão social”, explica o jornalista e presidente do BDMG Cultural Rogério Tavares.

Este ano, a maior alteração dos prêmios BDMG Instrumental e Marco Antônio Araújo foi o aumento no valor das premiações. Este ano, os vencedores do BDMG Instrumental receberão R$12 mil, além dos tradicionais shows em Belo Horizonte, no CCBB-BH, com a participação de um convidado especial, e em São Paulo, no “Instrumental Sesc Brasil”, do Sesc São Paulo. O vencedor do Prêmio Marco Antônio Araújo levará para casa R$10 mil, mais do que o dobro do ano passado.

BDMG CULTURAL

0 0 460 23 março, 2018 Agenda Cultural, Fique Por Dentro março 23, 2018

Sobre o autor

CEO e Fundador da 2/1 Revista Eletrônica, Relações Corporativas, Ombudsman, atuou no Jornal O GLOBO (GRUPO GLOBO), Diário da Tarde (Diários Associados), Diário do Comércio, Pohlig Heckel do Brasil (Grupo Belgo Mineira) e Diretor de Relações Públicas do Rotary Club.

Ver todos os artigos por Jean Hausemer

Postagens relacionadas

Artigos recentes

  • PROGRAMA JOÃO CARLOS AMARAL ENTREVISTA EMÍLIO PAROLINI – 13/04/2018
    PROGRAMA JOÃO CARLOS AMARAL ENTREVISTA EMÍLIO PAROLINI – 13/04/2018
  • Restaurante Aromatique prepara almoço especial para celebrar o Dia das Mães
  • 2/1 Revista Eletrônica
  • VENDE-SE DOIS LOTES DE TERRAS – MUNICÍPIO DE BORBA – ESTADO DO AMAZONAS
  • Porsche é alvo de operação policial na Alemanha
  • Arábia Saudita inaugura cinema após mais de 35 anos de proibição
  • Irã anuncia que vai produzir ou comprar qualquer arma que precisar