Fim das telas? Fim dos smartphones?
Publicado por

Fim das telas? Fim dos smartphones?

A tendência para os próximos dois anos mostra que ao menos 30% da utilização da internet dispensará o uso de telas

Amy Webb: 50% das pessoas em países industrializados terão interação por voz em 2021

Quem assistiu a sessão I’ve Got No Screens: Internet’s Screenless Future de Christopher Ferrel, diretor de estratégias digitais da The Richards Group, no sábado de manhã e completou com a fascinante Amy Webb da Future Today Institute com a sessão 2018 Emerging Tech Trends Report na manhã deste domingo sabe o que estou falando.

Christopher baseou sua sessão sobre a papel do uso da voz no comando da internet e a importância de pensarmos como “Screenless Digital Marketers”. Se fomos educados a pensar “Mobile First” é bom começarmos a mudar para “Voice First”. Pensar em mudanças de “screens, visual web e face-down” para “speakers, áudio-web e chin-up”. Uma transformação considerável na forma de utilização por parte dos consumidores e, consequentemente, em nossa função enquanto profissionais.

Este mundo sem telas é uma das consequências da velocidade com que a AI entrega a evolução para nossas vidas. Ela é o novo ponto aonde a curva de aceleração se transforma. Tivemos a aceleração da internet nos computadores. Depois nos celulares. E agora a AI empurra a vida para novas fronteiras. Entre elas a internet sem telas com o auxílio das Alexias, Hey Googles, Siris e outros que estão por vir.

Já na palestra deste domingo, Amy Weeb foi muito além com a edição 2018 do seu Tech Trends Report. São 225 tendências em 20 diferentes indústrias. Um estudo muito bem elaborado e distribuído para todos os presentes através do link.

Ela foi categórica que 2018 é o início do fim dos smartphones pelos mesmos motivos apresentados por Christopher, porém, acrescentou que novos devices serão fundamentais para esta transformação. Pulseiras, óculos, relógios… tudo ajudará no processo de substituição gradual das telas por uma interface mais falada e não visual. 50% das pessoas em países industrializados terão interação por voz em 2021.

Interessante ter participado na sequência de uma sessão com dois profissionais do Facebook IQ ( Ann Mack e Tomá Beczak em Facebook IQ: The 5 Consumer Shifts Shaping 2020) destacando, entre outros pontos, a importância do celular para geração de negócios e conexão ao redor do mundo.

Cada um com um ponto de vista diferente de acordo com a sua área de atuação.

Fonte:m&m / Fim das telas? Fim dos smartphones?

Alessandro Martineli

0 0 1030 13 março, 2018 Cultura Organizacional março 13, 2018

Sobre o autor

CEO e Fundador da 2/1 Revista Eletrônica, Relações Corporativas, Ombudsman, atuou no Jornal O GLOBO (GRUPO GLOBO), Diário da Tarde (Diários Associados), Diário do Comércio, Pohlig Heckel do Brasil (Grupo Belgo Mineira) e Diretor de Relações Públicas do Rotary Club.

Ver todos os artigos por Jean Hausemer

Postagens relacionadas

Artigos recentes

  • Japoneses planejam primeiras colônias lunares
    Japoneses planejam primeiras colônias lunares
  • Porsche abandona o diesel
  • “O Homem no Espelho”: Espetáculo musical que reverencia Michael Jackson, em cartaz no Sesc Palladium, dias 26 e 27 de outubro
  • As pesquisas como fator eleitoral
  • Mobilidade urbana não entra no debate de candidatos aos governo de Minas
  • Você decide. E arca com as consequências
  • BRASIL MOSTRA TUA CARA