Cias aéreas cobram por malas, em breve cobrarão pelo ar que respiramos nos aviões.
Publicado por

Cias aéreas cobram por malas, em breve cobrarão pelo ar que respiramos nos aviões.

As cias. aéreas brasileiras andam afastadas da realidade. A cada viagem, novas surpresas: primeiro retiraram o serviço de bordo gratuito e implantaram a venda. Paga também quem deseja sentar-se nas saídas de emergência. Recentemente passaram a cobrar por malas despachadas. Lembro que antes o máximo de peso permitido para as bagagens de mão era de 5 kg. A alegação dizia que uma mala com peso maior caindo na cabeça de um passageiro em uma eventual turbulência poderia causar ferimentos aos passageiros.

Que se dane o passageiro, hoje passou para 10kg e o restante da bagagem deve ser despachada ao custo de 60 reais a mala. Imagine uma turbulência capaz de abrir os bagageiros lotados e com malas pesando mais de 10kg, já que a maioria delas não são pesadas? Daqui uns dias as cias. aéreas irão cobrar pelo encosto de cabeça e o ar que respiramos a bordo. A sanha de executivos desconectados da realidade é algo que precisa ser estudado por economistas, filósofos e psicólogos.

O editorial da última revista de bordo da TAM é patético. O CEO da empresa dedicou tempo e “fosfato” para comunicar que passou 16 dias estudando cardápios latinos americanos para os voos com mais de 5 horas de duração, mas cobra pela água que é servida a bordo entre BH e SP. No mesmo avião, um A-319 o espaço entre as cadeiras vem diminuindo milímetros a centímetros em cada viagem, tornando as horas dentro do avião mais longas e desconfortáveis.

O próximo será o mictório, ou você segura o xixi, ou paga para usar o banheiro. O uso dentro das aeronaves não está incluído na taxa de embarque, só dentro do aeroporto… Passageiros de estatura superior a 1,80M não conseguem viajar com o mínimo de conforto de pernas fechadas. Sofre quem tem mais de 1,80M e incomoda quem está ao lado, já que as pernas precisam ir abertas durante todo o voo.

A justificativa das mentes “brilhantes” e vaidosas que comandam as cias aéreas brasileiras, e que só pensam em resultado financeiro a curto prazo é de que nos EUA, Europa e Ásia, a prática é normal. Ou seja, sabem copiar o que é ruim e esquecem que estão prestando serviço em um país de dimensões continentais, sem estradas e povo pobre. Visão imediatista, rasa e oportunista de executivos que só pensam “naquilo”… Afinal são apenas 4 opções que o brasileiro tem. Que se dane o povo para se adaptar.

Fico imaginando o Comandante Rolim, fundador da TAM, revirando no túmulo vendo o que estão fazendo com a companhia que ele fundou com tanto zelo. Ele que cuidava pessoalmente da satisfação dos clientes. Hoje a TAM é comandada por chilenos instrumentalistas, possivelmente encastelados em Santiago, alheios à nossa realidade.

Pesquisas mostram que os preços oscilam, mas não caem, ao contrário seguem aumentando e deixando parcela significativa da população sem acesso ao avião. Lembro ainda que em alguns Estados do Norte do Brasil avião não é capricho e nem luxo, é meio de transporte, significa gênero de primeira necessidade, pois não há outra forma de conexão com o restante do país. Para encerrar eu pergunto: até quando a ANAC seguirá fazendo vista grossa para os abusos das cias. aéreas?

José Aparecido Ribeiro
Jornalista e blogueiro no portal uai.com.br
Colunista nas revistas: Exclusive, Minas em Cena e Mercado Comum
DRT MG 17.076
31-99953-7945

Colunista / Colaborador da 2/1 Revista Eletrônica

0 0 330 04 fevereiro, 2018 Acontecimentos fevereiro 4, 2018

Sobre o autor

CEO e Co-fundador da 2/1 Revista Eletrônica, Relações Corporativas, Ombudsman, atuou no Jornal O GLOBO (GRUPO GLOBO), Diário da Tarde (Diários Associados), Pohlig Heckel do Brasil (Grupo Belgo Mineira) e Diretor de Relações Públicas do Rotary Club

Ver todos os artigos por Jean Hausemer

Postagens relacionadas

Artigos recentes

  • Opinião: A guerra pervertida e sem rumo na Síria
    Opinião: A guerra pervertida e sem rumo na Síria
  • O Brasil na imprensa alemã (21/02)
  • Brasil piora 17 posições em índice global de corrupção
  • O Musical da Bossa Nova
  • Meliá oferece até 30% de desconto em hotéis no Caribe para o feriado da Páscoa
  • Souchic: 11 looks estilosos para você arrasar!
  • NEOMANUAL – ENSINO DE ARTE E CULTURA