*ADCE Minas Gerais lamenta queda do Brasil no Ranking 2017 de corrupção da Transparência Internacional*
Publicado por

*ADCE Minas Gerais lamenta queda do Brasil no Ranking 2017 de corrupção da Transparência Internacional*

TI Brasil e FGV lançam consulta pública para o maior pacote de medidas anticorrupção já desenvolvido no mundo.
O Brasil teve piora no ranking que avalia a percepção da corrupção no mundo divulgado pela Transparência Internacional (TI), na última quarta-feira, dia 21 de fevereiro. O país caiu 17 posições em comparação ao ano anterior e ocupa o 96° lugar na lista de 2017, que avaliou a corrupção do setor público em 180 países. Na escala que vai de zero (mais corrupto) a 100 (menos corrupto), o Brasil aparece com 37 pontos, três a menos que em 2016.
O país também se encontra na pior situação dos últimos cinco anos. Atualmente, o Brasil divide a 96ª posição com Colômbia, Indonésia, Panamá, Peru, Tailândia e Zâmbia. E fica atrás de países como Timor Leste, Sri Lanka, Burkina Faso, Ruanda e Arábia Saudita.
Desde 2014, o índice de percepção da corrupção (IPC), vem piorando no Brasil, que também deteriorou sua posição relativa a outras nações em desenvolvimento, como, por exemplo, os BRICs. O país está agora à frente apenas da Rússia, que alcançou 29 pontos.
A Sociedade Brasileira segue carregando o pesado fardo dos assaltos aos cofres públicos, com severos impactos na vida de todos.
Precisamos reconhecer que as condições atuais brasileiras exigem um compromisso dos homens públicos, diferente da prática atual. Em especial pelo baixo comprometimento das lideranças políticas que se rendem ao capital que as financiam, praticando o “toma lá dá cá”, atendendo os interesses particulares em detrimento do coletivo e do bem comum.
Esta exigência moral e ética também deve alcançar toda a sociedade, pois existe arraigada, em nossa cultura, certa tolerância aos pequenos deslizes, que são as sementes que futuramente produzirão os graves escândalos públicos e privados.
Devemos estar atentos para evitar a vida dividida quando desconectamos nossa fé e nossos valores, das ações do dia a dia. Ser firmes no combate à corrupção, intransigentes na malversação dos recursos públicos.
Na avaliação da Transparência Internacional, a piora no ranking se deve à percepção de que os fatores estruturais da corrupção nacional seguem inabalados, tendo em vista  que  o Brasil não  foi  capaz  de fazer avançar medidas para atacar de maneira sistêmica este problema
Para ajudar a reverter este quadro, Transparência Internacional Brasil e FGV lançam consulta pública para o maior pacote de medidas anticorrupção já desenvolvido no mundo.
As duas instituições apresentam à sociedade brasileira a primeira versão das “Novas Medidas contra a Corrupção”, com o convite a participar da construção coletiva deste pacote que pode dar respostas às causas sistêmicas da corrupção no Brasil. O conjunto das medidas legislativas ficará aberto para consulta pública durante 30 dias. As pessoas poderão comentar, criticar e enviar sugestões de mudança para cada uma delas.
Todas as contribuições serão analisadas e consolidadas naquele que será o conjunto final das “Novas Medidas contra a Corrupção”.
Para saber mais sobre o pacote de medidas, visite o site www.transparenciainternacional.org.br
2018 será um ano crucial para a sociedade brasileira mudar os rumos de sua história, por meio de cada eleitor, escolhendo cuidadosamente apenas políticos comprometidos com a ética e o bem comum.
Sérgio Frade
Presidente da ADCE-MG
Associação dos Dirigentes Cristãos de Empresas de MG
0 0 1240 03 março, 2018 2por1, Fique Por Dentro março 3, 2018

Sobre o autor

CEO e Fundador da 2/1 Revista Eletrônica, Relações Corporativas, Ombudsman, atuou no Jornal O GLOBO (GRUPO GLOBO), Diário da Tarde (Diários Associados), Diário do Comércio, Pohlig Heckel do Brasil (Grupo Belgo Mineira) e Diretor de Relações Públicas do Rotary Club.

Ver todos os artigos por Jean Hausemer

Postagens relacionadas

Artigos recentes

  • MORARMAIS BH18 IMPERDÍVEL
    MORARMAIS BH18 IMPERDÍVEL
  • 21/8 – próxima terça – Nilton Bonder no Sempre Um Papo
  • Merkel e Putin visam novo molde para solução síria
  • Irã anuncia nova arma “contra EUA e Israel”
  • Após conflito, 1.200 venezuelanos deixam Roraima
  • CONDOMÍNIOS CORREM RISCO DE TEREM PREJUÍZOS EXPRESSIVOS  COM INCÊNDIO E VÍCIOS DE CONSTRUÇÃO
  • Cuidado. Seu voto pode custar caro