Temer troca comando da Polícia Federal
Publicado por

Temer troca comando da Polícia Federal

BRASIL

Presidente escolhe para chefiar organização Fernando Segóvia, nome considerado bem aceito no meio político e que enfrentou resistência da própria associação de delegados e de seu antecessor.

Brasilien Brasilia Polícia Federal (Brasilia Polícia Federal)

O presidente Michel Temer nomeou nesta quarta-feira (08/11) Fernando Segóvia para o cargo de diretor-geral da Polícia Federal (PF). O delegado substituirá Leandro Daiello, que estava havia quase sete anos no comando do órgão.

O Ministério da Justiça anunciou a troca após uma reunião entre Segóvia, Temer e o ministro da Justiça, Torquato Jardim. Na nota que anunciou a mudança, o governo agradeceu ainda a dedicação de Daiello durante os anos que esteve no comando da PF.

Daiello foi nomeado na gestão do ex-ministro da Justiça José Eduardo Cardozo, em 2011, e esteve à frente da Operação Lava Jato. Ao assumir o ministério, em junho, Torquato Jardim já dava sinais que não manteria Daiello no cargo.

Leia maisA Lava Jato depois de Curitiba

Daiello também havia manifestado o interesse de deixar o cargo. O ex-diretor da PF, no entanto, seria contra a indicação de Segóvia para seu lugar. O novo diretor-geral também não foi apoiado pela Associação Nacional de Delegados da Polícia Federal (ADPF).

Temer anuncia a escolha de Segóvia, candidato avaliado pela mídia brasileira como bem aceito no meio político, menos de um mês após a votação que pôs fim à denúncia oferecida pela Procuradoria-Geral da República contra ele.

Segóvia tem 22 anos de carreira na PF. Foi superintendente regional do órgão no Maranhão e adido policial na África do Sul. Ele é ligado ao ex-presidente José Sarney e, segundo o jornal Folha de São Paulo, teria buscado apoio no Congresso e no governo para a nomeação.

Fonte: Deutsche Welle

0 0 930 09 novembro, 2017 Fatos novembro 9, 2017

Sobre o autor

CEO e Fundador da 2/1 Revista Eletrônica, Relações Corporativas, Ombudsman, atuou no Jornal O GLOBO (GRUPO GLOBO), Diário da Tarde (Diários Associados), Diário do Comércio, Pohlig Heckel do Brasil (Grupo Belgo Mineira) e Diretor de Relações Públicas do Rotary Club.

Ver todos os artigos por Jean Hausemer

Postagens relacionadas

Artigos recentes

  • A morte do sandinismo histórico
    A morte do sandinismo histórico
  • A inflexibilidade alemã
  • VAMP O MUSICAL – COM CLAUDIA OHANA E NEY LATORRACA NO ELENCO
  • Riviera lança álbum “Aquário” no Cine Theatro Brasil Vallourec
  • Inscrições abertas para o curso técnico em enfermagem da Escola Técnica Santa Casa BH
  • Retrato desenhado a mais de 198 anos, por Jean Antoine Felix Dissandes de Monlevade.
  • Arthur Melo faz show de pré lançamento do seu novo disco em BH