Obra “Tem gente que é iluminada” está exposta no Mural Templuz
Publicado por

Obra “Tem gente que é iluminada” está exposta no Mural Templuz

Ilustradora utiliza restos do Muro de Berlim para composições

 

Mural Templuz, localizado na Avenida Nossa Senhora do Carmo, na zona sul de Belo Horizonte, expõe a obra “Tem gente que é iluminada”, produzida pela ilustradora Lígia Fascioni. “A foto que serve de background para o desenho do painel é um dos inúmeros grafites que estampam a cidade de Berlim, onde moro desde 2011. Adorei as formas geométricas e a combinação de cores”, revela.

A inspiração para a produção do desenho, que retrata uma mulher sorrindo com cabelos parecendo raios de sol, veio de uma moça que Lígia viu em uma revista e, segundo ela, tinha um sorriso tão lindo que era impossível ficar impassível ao vê-la. “Penso que há pessoas realmente iluminadas, as quais conseguem mudar toda a atmosfera de um ambiente apenas nos presenteando com um sorriso. Para mim, elas representam poder e amor ao mesmo tempo.”

Gestão do Design

​A ilustradora sempre gostou de desenhar, mas acabou cursando engenharia e concentrando-se na área técnica. Depois de anos desempenhando essa atividade, fez doutorado em Gestão do Design e voltou ao mundo das artes e do desenho. Atualmente, moradora da capital alemã em Berlim, Lígia usa recursos digitais para produzir suas obras. “Uso as cascas das sucessivas camadas de grafite, que caem do trecho sobrevivente do muro de Berlim, como pano de fundo para minhas ilustrações. Fotografo essas camadas destacadas e as recorto digitalmente. Assim, todo horror desse símbolo de intolerância e desumanidade vira beleza, delicadeza e cor. É minha maneira de dizer que é possível mudar”, explica.

Acesso à arte

Localizado em uma das avenidas mais movimentadas de Belo Horizonte (MG), por onde passam mais de 100 mil carros por dia, o Mural Templuz tem por objetivo democratizar o acesso à arte e colocar um pouco mais de cor na rotina corrida e cinzenta da capital mineira. Desde sua criação, em 2011, mais de 100 artistas nacionais e internacionais tiveram seus trabalhos expostos. Alguns deles podem ser conferidos em uma coletânea comemorativa disponível para download gratuito.

A obra de Lígia ficará exposta no Mural Templuz até o dia 27 de novembro.

Sobre o Mural Templuz

O paredão de seis metros de altura onde as obras são instaladas pertence à Templuz, do Grupo Loja Elétrica. Para serem adequadas ao espaço, as obras originais são redimensionadas por meio de plotagem e instaladas por uma equipe de rapel. O serviço é realizado pela Hiper Graphic Digital.

Sobre a Templuz

A Templuz é uma empresa pertencente ao Grupo Loja Elétrica, maior conglomerado no segmento de material elétrico e telecomunicações no Brasil. Dedica-se à integração de tecnologias disponíveis para o conforto e bem-estar das pessoas, com foco em iluminação decorativa, iluminação técnica e sistemas de automação.

 

Serviço – Mural Templuz:

 

 

Informações para a imprensa: Mural Templuz

Hipertexto Comunicação Empresarial

Atendimento: Richard Novaes

  1. 3227-4566 | 31. 98390-2527

richard@hipertextoweb.com.br

0 0 1450 10 novembro, 2017 Agenda Cultural novembro 10, 2017

Sobre o autor

CEO e Fundador da 2/1 Revista Eletrônica, Relações Corporativas, Ombudsman, atuou no Jornal O GLOBO (GRUPO GLOBO), Diário da Tarde (Diários Associados), Diário do Comércio, Pohlig Heckel do Brasil (Grupo Belgo Mineira) e Diretor de Relações Públicas do Rotary Club.

Ver todos os artigos por Jean Hausemer

Postagens relacionadas

Artigos recentes

  • Japoneses planejam primeiras colônias lunares
    Japoneses planejam primeiras colônias lunares
  • Porsche abandona o diesel
  • “O Homem no Espelho”: Espetáculo musical que reverencia Michael Jackson, em cartaz no Sesc Palladium, dias 26 e 27 de outubro
  • As pesquisas como fator eleitoral
  • Mobilidade urbana não entra no debate de candidatos aos governo de Minas
  • Você decide. E arca com as consequências
  • BRASIL MOSTRA TUA CARA