GRUPO TAPA (SP) APRESENTA CLÁSSICO “DOZE HOMENS E UMA SENTENÇA” NO CINE THEATRO BRASIL VALLOUREC
Publicado por

GRUPO TAPA (SP) APRESENTA CLÁSSICO “DOZE HOMENS E UMA SENTENÇA” NO CINE THEATRO BRASIL VALLOUREC

Texto de Reginaldo Rose fala sobre a importância o poder de uma decisão na vida

das pessoas e propõe reflexão sobre a intolerância e a existência.

Belo Horizonte, julho de 2017 – Considerado um dos maiores clássicos da dramaturgia contemporânea, o espetáculo “Doze Homens e uma Sentença” chega a Belo Horizonte para duas apresentações nos dias 9 e 10 de agosto, quarta e quinta, 21h. A montagem elogiada do Grupo Tapa (SP) integra a programação da Mostra Cine Brasil Teatro e Música. Informações e ingressos pelo site cinetheatrobrasil.com.br

A Mostra Cine Brasil Teatro e Música tem o patrocínio da Vallourec e do Instituto Unimed-BH, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, além do apoio do jornal O Tempo, Rádio Alvorada e Sou BH.

Sucesso de público e crítica, “Doze Homens e uma Sentença” já foi assistida por mais de 200 mil espectadores durante mais de 6 anos em temporadas e turnês. Com direção de Eduardo Tolentino e texto de Reginald Rose, a peça é considerada um dos maiores clássicos da dramaturgia e retrata a história de 12 jurados que devem decidir se condenam ou não à morte um jovem acusado de matar o pai. Revisando os conflitos entre razão e emoção, o público passa a fazer parte – passiva, mas nem por isso menos importante – da decisão sobre vida ou morte de uma pessoa, em texto repleto de questionamentos, análises e medos.

Verdadeiro exercício de argumentação e exposição sobre o que afinal é a justiça, o espetáculo mostra o que há de melhor no teatro com um texto envolvente e atuações apaixonadas. O texto já teve duas versões para o cinema – uma estrelada por Henry Fonda; outra, por Jack Lemmon – e tornou-se um clássico do teatro.

A montagem de “Doze Homens e uma Sentença” do Grupo Tapa ganhou o Prêmio APCA de Melhor Espetáculo em 2010 e teve duas indicações ao Prêmio Shell (Melhor Diretor e Melhor Ator).

Sobre o Grupo Tapa

O Tapa foi fundado em 1974 dentro da PUC-Rio, quando alunos de diversos cursos decidiram fazer teatro amador. À época, chamava-se Teatro Amador Produções Artísticas (T.A.P.A.). Quando o grupo se profissionalizou, em 1979, após um curso com o Teatro dos 4, e vários dos amadores decidiram seguir carreira profissional, o nome deixou de ser uma sigla – e se tornou apenas Tapa. Em 1986 o grupo optou por transferir-se para São Paulo, onde ocupou o Teatro da Aliança Francesa como sede permanente por 15 anos.

O grupo se notabiliza pelo teatro de repertório e a montagem de clássicos: entre os autores encenados estão Shakespeare (“A Megera Domada”), Bernard Shaw (“Major Bárbara”), Anton Tchekov (“Ivanov”), August Strindberg (“Camaradagem”), Oscar Wilde (“A Importância de Ser Fiel”), Nicolau Maquiavel (“A Mandrágora”) e Luigi Pirandello (“Vestir os Nus”); e também grandes autores brasileiros, como Arthur de Azevedo (“A Casa de Orates”, entre outras), Nelson Rodrigues (“Vestido de Noiva”, entre outras) e Jorge Andrade (“Rasto Atrás”, entre outras).

Com 35 anos de atividade, o Tapa já recebeu mais de 80 prêmios, entre Shell, Mambembe, Molière, APCA, Qualidade Brasil e Governador do Estado. A sede fica, hoje, em um galpão na Rua Lopes Chaves, onde são ministrados grupos de estudos para atores, promovendo pesquisa na área cênica.

Instituto Unimed-BH

Associação sem fins lucrativos, o Instituto Unimed-BH foi criado em 2003 com a missão de conduzir o Programa de Responsabilidade Social Cooperativista da Unimed-BH. Os projetos desenvolvidos têm na saúde sua área prioritária, mas mantêm interface com outros campos por meio de cinco linhas de ação: Comunidade, Meio ambiente, Voluntariado, Adoção de espaços públicos e Cultura.

Em 2016, mais de 1,4 milhão de pessoas foram beneficiadas, direta e indiretamente, pelo Programa Cultural Unimed-BH. Mais de 4,5 mil médicos cooperados e colaboradores viabilizam este Programa ao escolher destinar parte do seu Imposto de Renda para o fomento de projetos socioculturais. A cada ano, as atividades conquistam aprovação e confiança, ampliando-se as adesões.

Ficha Técnica

Texto: Reginald Rose

Direção: Eduardo Tolentino de Araujo

Elenco: Edmilson Barros, Xando Graça, Genezio de Barros, Camilo Bevilacqua, Alexandre Mello, Babu Santana, Marcello Escorel, Norival Rizzo, Henrique César, Henri Pagnoncelli, Mario José Paz, Gustavo Rodrigues, Francisco Paz e Marcello Melo.

Figurinos e Cenário: Lola Tolentino

Iluminação: Nelson Ferreira

Produção executiva: Ariel Cannal

Realização: Grupo TAPA

SERVIÇO:

ESPETÁCULO “DOZE HOMENS E UMA SENTENÇA” – MOSTRA CINE BRASIL TEATRO E MÚSICA

COM O GRUPO TAPA (SP)

DIAS 9 e 10 de agosto – quarta e quinta, 21h

Classificação indicativa: 12 anos

Duração: 100 minutos

Ingressos:

INTEIRA – R$50,00 | MEIA – R$25,00

Local: Cine Theatro Brasil Vallourec | Grande Theatro Unimed-BH

Endereço: Praça Sete – Belo Horizonte – MG.

Bilheteria: Av. Amazonas, 315 – Centro – Belo Horizonte – MG

Telefone: (31) 3201-5211

Informações: www.cinetheatrobrasil.com.br

RELACIONAMENTO COM A IMPRENSA

Árvore de Comunicação – (31) 3194-8700
Direção: Rafael Araújo

Atendimento:

Tiago Penna – (31) 3194-8713 | 98329-1513

tiago@aquitemarvore.com.br

flickr.com

0 0 760 20 julho, 2017 Agenda Cultural julho 20, 2017

Sobre o autor

CEO e Fundador da 2/1 Revista Eletrônica, Relações Corporativas, Ombudsman, atuou no Jornal O GLOBO (GRUPO GLOBO), Diário da Tarde (Diários Associados), Diário do Comércio, Pohlig Heckel do Brasil (Grupo Belgo Mineira) e Diretor de Relações Públicas do Rotary Club.

Ver todos os artigos por Jean Hausemer

Postagens relacionadas

Artigos recentes

  • PROGRAMA JOÃO CARLOS AMARAL ENTREVISTA EMÍLIO PAROLINI – 13/04/2018
    PROGRAMA JOÃO CARLOS AMARAL ENTREVISTA EMÍLIO PAROLINI – 13/04/2018
  • Restaurante Aromatique prepara almoço especial para celebrar o Dia das Mães
  • 2/1 Revista Eletrônica
  • VENDE-SE DOIS LOTES DE TERRAS – MUNICÍPIO DE BORBA – ESTADO DO AMAZONAS
  • Porsche é alvo de operação policial na Alemanha
  • Arábia Saudita inaugura cinema após mais de 35 anos de proibição
  • Irã anuncia que vai produzir ou comprar qualquer arma que precisar