Fogos de fim de ano já fazem vítimas na Alemanha
Publicado por

Fogos de fim de ano já fazem vítimas na Alemanha

ALEMANHA

Apesar de permitidos só na véspera e no dia do Ano Novo, artefatos já causam incidentes no país. Berlim dobra contingente de bombeiros: último réveillon da cidade teve 400 incêndios e 500 hospitalizações por pirotecnia.

Bombinha acesa sobre o asfaltoNo réveillon passado, os alemães gastaram 137 milhões de euros em fogos

Os fogos de fim de ano já fazem as primeiras vítimas na Alemanha, mesmo antes do réveillon, apesar de as leis do país proibirem a queima de fogos fora dos dias 31 de dezembro e 1° de janeiro. As autoridades do país apelam para que as pessoas tenham cuidado ao manusear os artefatos. “Fogos de artifício não devem ser dados em mãos de crianças e, por lei, só podem ser detonados na véspera de Ano Novo e no primeiro dia do ano”, alertou neste sábado (30/12) a polícia de Dortmund, no oeste da Alemanha.

Naquela cidade, um garoto de sete anos foi hospitalizado na sexta-feira com graves ferimentos nas mãos e no rosto, causados pela explosão de uma bombinha, detonada quando estava na mão do menino. Duas outras crianças, de sete e dez anos, ficaram levemente feridas no incidente. Em um parquinho em Berlim, um menino de 13 anos perdeu um olho na explosão de um morteiro. Outro menino, de dez anos, sofreu ferimentos na cabeça. Ambos foram hospitalizados.

Brincadeira perigosa

Mas não só acidentes têm causado feridos. Na Alemanha, não é incomum, que nos dias em torno do Ano Novo, jovens promovam “batalhas” de fogos nas ruas e pessoas sejam atingidas por bombinhas ou rojões arremessados intencionalmente em pedestres. Em Leipzig, uma adolescente de 14 anos perdeu a audição de um dos ouvidos, quando quase foi atingida na cabeça por uma bomba, jogada de um grupo que brincava com fogos na calçada. O incidente aconteceu na noite de quinta-feira – dia em que a venda de fogos foi liberada na Alemanha para este réveillon. Um rapaz de 18 anos foi detido pela polícia, acusado de envolvimento na agressão.

Por causa de um ataque com artefatos pirotécnicos, um motorista de 41 anos quase perdeu o controle de seu carro na madrugada de sexta para sábado, quando trafegava na rodovia A31, na região de Emsland, no oeste da Alemanha. A polícia investiga para saber quem jogou várias bombas nos carros a partir de um dos viadutos da estrada, obrigando pelo menos dois motoristas a freiar seus automóveis bruscamente.

Mais de 400 incêndios em Berlim

O corpo de bombeiros de Berlim vai colocar de plantão no Ano Novo deste fim de semana mais do dobro de bombeiros do que normalmente. Além dos 800 funcionários contratados, estarão trabalhando 500 voluntários de cerca de 60 brigadas de bombeiros voluntários, além de outras de organizações beneficentes e de outros voluntários.

Nas últimas festas de fim de ano, foram registrados mais de 400 incêndios na capital alemã. Cerca de 500 pessoas foram hospitalizadas em Berlim com ferimentos causados por fogos de artifício. Os bombeiros da cidade responderam a mais de 1.500 chamados na passagem de ano de 2016 para 2017

A indústria alemã de fogos de artifício se prepara para ter faturamento sólido nessas celebrações, depois de o ramo ter registrado um crescimento de cerca de 20% nas vendas de réveillon durante os últimos seis anos. A previsão é que as vendas dessa vez pelo menos empatem com o resultado do último réveillon, quando atingiram 137 milhões de euros.

“A esperança é que alcancemos o mesmo alto nível do ano anterior”, diz o diretor da Associação Alemã da Indústria de Pirotecnia, Klaus Gotzen. “A melhor situação econômica faz com que as pessoas gastem mais dinheiro em fogos de artifício”, acrescenta.

Fonte: Deutsche Welle 

0 0 970 31 dezembro, 2017 Acontecimentos dezembro 31, 2017

Sobre o autor

CEO e Fundador da 2/1 Revista Eletrônica, Relações Corporativas, Ombudsman, atuou no Jornal O GLOBO (GRUPO GLOBO), Diário da Tarde (Diários Associados), Diário do Comércio, Pohlig Heckel do Brasil (Grupo Belgo Mineira) e Diretor de Relações Públicas do Rotary Club.

Ver todos os artigos por Jean Hausemer

Postagens relacionadas

Artigos recentes

  • Lançamento em MG do livro Canto Mineral, Drummond+Bracher
    Lançamento em MG do livro Canto Mineral, Drummond+Bracher
  • Especialistas debatem novidades no tratamento do Câncer de Pulmão em Workshop gratuito
  • Setor comemora decisão do STJ de transferir ao adquirente de imóvel do PMCMV o pagamento da comissão de corretagem
  • Caixa Econômica Federal, gestora do FI-FGTS, quer mais transparência, melhor governança e equidade de condições entre os investidores do Fundo
  • Evento gratuito | Autismo sem barreiras (23 de junho)
  • Festa junina do Minas Tênis Clube aposta na conscientização sobre a preservação do Cerrado
  • Fuga da América Central é única opção para muitos